RAIS 2012: Emprego formal cresceu 2,48%, com acréscimo de 1,1 milhão de postos no ano passado

Dados da RAIS 2012 constatam crescimento no estoque de empregos e aumento do rendimento médio dos trabalhadores

 

Brasilia, 11/10/2013 – O número total de empregos formais registrados no Brasil alcançou 47,4 milhões em 2012, representando crescimento de 2,48% em relação ao estoque de 2011. Esse desempenho equivaleu ao acréscimo de 1,148 milhão de postos de trabalho formais em relação ao mesmo mês do ano anterior. Os dados são da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), divulgados nesta sexta-feira (11) pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

De acordo com dados da RAIS 2012, os setores que apresentaram os melhores desempenhos, em termos absolutos, foram serviços, com a criação de 794,9 mil de postos (+5,17%) e o Comércio, com a criação de 383,5 mil postos de trabalho (+4,34%). Em termos relativos, o melhor desempenho foi o da Extrativa Mineral, com crescimento de 12,06% (+27,9 mil postos de trabalho).
A Administração Pública, com queda de 166,2 mil postos de trabalho (-1,83%) e a Agropecuária com retração de 19,5 mil postos de trabalho (-1,32%) foram os setores que apresentaram desempenho negativo no ano.
Renda Média – O rendimento real médio do trabalhador brasileiro chegou a R$ 2.080,07, apresentando uma elevação de 2,97% em relação a dezembro de 2011 (R$ 2020,02). A média é resultado dos aumentos nas remunerações médias recebidas pelas mulheres, que alcançou R$ 1.850,26 (+2,62%) e pelos homens que chegou a R$ 2.250,40 (+3,35%) no ano passado.
A RAIS tem como principal objetivo selecionar os beneficiários do Abono Salarial, que este ano deve direcionar o pagamento do benefício de um salário mínimo a mais de 20 milhões de trabalhadores, injetando um total de R$ 14,7 bi  na economia. Também prestar subsídios ao FGTS e à Previdência Social;permitir o controle da nacionalização da mão-de-obra; auxiliar na definição das políticas de formação de mão-de-obra; gerar estatísticas sobre o mercado
de trabalho formal e prestar subsídios ao Cadastro Central de Empresas – CEMPRE do IBGE e às pesquisas domiciliares.
O número de estabelecimentos declarantes em 2012 foi de 7,901 milhões, dos quais 4,205 milhões correspondiam a estabelecimentos sem vínculos empregatícios e 3,696
milhões a estabelecimentos com vínculos. Os dados revelam que, em 2012, houve um
arrefecimento no ritmo de crescimento dos estabelecimentos declarantes, que
cresceram 0,19%, um percentual bem abaixo do registrado em 2011 (3,52%).
Contribuíram para esse resultado um crescimento mais modesto dos estabelecimentos
com vínculos (2,93%), ante um aumento de 5,50% no ano anterior, e uma redução dos
estabelecimentos sem vínculos empregatícios, apontando um recuo de 2,10%, contra
um aumento tímido de 1,92% em 2011
RAIS – A Relação Anual de Informações Sociais é um Registro Administrativo criado pelo Decreto nº 76.900/75, com declaração anual e obrigatória a todos os estabelecimentos existentes no território nacional. As informações captadas sobre o mercado de trabalho formal referem-se aos empregados celetistas, estatutários, avulsos e temporários, dentre outros, segundo remuneração, grau de instrução, ocupação, nacionalidade. Já os dados dos estabelecimentos são relativos à atividade econômica e área geográfica.
Veja os dados da RAIS 2012 no link: http://portal.mte.gov.br/portal-mte/rais/
Reprodução Portal do Ministério do Trabalho e Emprego (M.T.E).
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *