Reforma na Santa Mônica será iniciada mas não haverá transferências para outra maternidade

Durante obras, UTI e a UCI vão funcionar no local onde hoje se encontra a Mãe Canguru

 

Por Redação

Maternidade Santa Mônica

As obras para reforma da Unidade de terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) da Maternidade Escola Santa Mônica (Mesm) serão iniciadas nos próximos dias. No entanto, durante o período dos reparos não haverá a transferência da maternidade para outro hospital.

A confirmação do início das obras foi dada nesta terça-feira (23) pela reitora da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), Rozangela Wyszomirska. “Primeiramente pensamos na possibilidade de transferir os serviços da Mesm para outra unidade de saúde, mas entendemos que a melhor opção é ficar no mesmo lugar”, destacou a reitora.

Segundo a reitora, as reformas na Mesm acontecerão de forma seqüenciada. Inicialmente a UTI e a UCI da maternidade serão transferidas para o local onde hoje se encontra a Mãe Canguru. Durante o período da reforma as duas unidades ficarão com 27 leitos e não com os 33 que existem hoje. “Temporariamente perderemos seis leitos”, lamentou a reitora.

Após essa estruturação, que deve levar uns 90 dias, terá início a reforma geral de manutenção predial que acontecerá em blocos. Inicialmente será construída a Casa de Parto, depois será reformada a Casa da Gestante e por fim a Porta de Entrada da Mesm será reestruturada.

“Sabemos que estar trabalhando ou sendo atendido em um local em obras é extremamente desconfortável e vai haver alguns transtornos. Porém esse é um momento passageiro que irá posteriormente beneficiar a todos os alagoanos”, destacou Rozangela Wyszomirska.

Após essa reforma para melhor acomodar pacientes e os profissionais da Mesm será iniciada a construção da nova Maternidade no terreno situado ao lado da unidade de saúde. “As verbas investidas nessas melhorias são oriundas de  recursos federais do Ministério da Saúde, recursos do Governo do Estado de Alagoas e recursos próprios da Uncisal além do apoio da Secretaria Municipal de Saúde”, confirmou Rozangela.

Fonte: Assessoria Uncisal

 

Matéria retirada do Site Cada Minuto.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *