Servidores do PAM Salgadinho protestam por melhor estrutura

Eles ainda reclamam da forma como o mutirão da saúde está sendo realizado

 

Servidores do PAM Salgadinho, em Maceió, organizaram um protesto, na manhã desta segunda-feira (29), cobrando melhor estrutura de trabalho e reclamando a forma como o mutirão da saúde está sendo realizado naquela unidade de saúde. Liderados pelos diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social (Saúde,Previdência,Assistência Social) e Trabalho do Estado de Alagoas (Sindprev), os funcionários pretendem ficar o dia todo em um ato público e esperam a presença de um representante da prefeitura para negociar a pauta de reivindicação.

Servidores do PAM Salgadinho protestam por melhor estrutura (Foto: Jobison Barros)

Eles denunciam que falta material de trabalho frequentemente – alguns estão sendo adquiridos pelos próprios servidores para manter o funcionamento mínimo no posto. Além desse problema, há crítica quanto a pingueiras e infiltrações no teto de várias salas. Muitas, segundo os funcionários, ficam alagadas sempre que chove.

Entretanto, a maior reclamação de quem trabalha no PAM se refere aos mutirões que estão sendo programados pela Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o diretor do Sindprev, Célio dos Santos, a ação nos sábados ocorre sem planejamento. “Os mutirões não estão resolvendo absolutamente nada. O paciente vai até o posto, marca a consulta, faz o exame e se precisar de internamento ou cirurgia não vai encontrar leitos disponíveis. Maceió não dispõe de leitos para se fazer cirurgia pelo SUS”, afirma o sindicalista.

A paciente Maria Creuza de Oliveira estava no posto quando a reportagem da Gazetawebchegou. Ela reclama que estava lá desde as 4h30, mora no Benedito Bentes e somente foi informada nesta segunda que o Centro Psiquiátrico da unidade de saúde não estava em funcionamento.

Segundo o secretário de Saúde, João Marcelo Lyra, o mutirão foi planejado para atender à demanda reprimida de consultas do Cora. “Temos uma demanda de cerca de 1.000 consultas por especialidades. Estas ações serve para reduzir o tempo de espera do atendimento”, afirma o secretário.

O mutirão de atendimento extra do PAM Salgadinho, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde de Maceió (SMS), faz parte do Programa Maceió Mais, que tem realizado ações e investimentos para melhoria dos serviços públicos em saúde. O PAM Salgadinho é um posto de saúde referencial na capital alagoana e o segundo maior posto de especialidade de média complexidade do pais.

 

Reprodução Gazetaweb.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *