Técnicos administrativos da Ufal paralisam atividades nesta sexta-feira

Servidores atendem mobilização nacional que luta contra suposta privatização

 

Gazetaweb, com assessoria

30/08/2013
Os técnicos administrativos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) paralisaram as atividades nesta sexta-feira (30), aderindo ao movimento nacional da categoria. Dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores da Ufal (Sintufal) se concentram, desde as 7h, na entrada do Campus A. C. Simões, para mobilizar a categoria e divulgar a pauta de reivindicações que exige, entre outros pontos, a não implantação a Ebserh no Hospital Universitário e o cumprimento do acordo de greve.

“A paralisação é de um dia e faz parte da nossa jornada nacional de lutas para preparação da greve nas Universidades Federais”, afirmou Emerson Oliveira, coordenador geral do Sintufal. “Tudo foi definido na última plenária nacional da Fasubra, em Brasília, e na pauta de reivindicações estão a luta contra Ebserh e em defesa dos Hospitais Universitários; pela democratização das universidades federais; pelo cumprimento do acordo de greve; pela antecipação das parcelas do acordo e a resolutividade dos grupos de trabalho”, acrescentou Oliveira.

O movimento dos técnicos administrativos pretende construir uma greve nacional nas Universidades Federais para os próximos dias. As entidades sindicais de cada estado devem realizar assembleias para avaliar o nível de mobilização por região e estabelecer prazos, caso não haja avanços nas negociações com o governo federal no que diz respeito à pauta de reivindicações.

Centenário
O Sintufal diz que vai aproveitar a mobilização pela manhã, na entrada da Ufal, para convocar a comunidade universitária a participar do ato unificado, marcado para as 14h dessa sexta-feira, na Praça do Centenário, convocado pelas centrais sindicais.

Reprodução Gazetaweb.
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *