Vamos cruzar os braços nesta sexta (11)

Em todo o país, estados definem calendário para o Dia Nacional de Greve

o menos 19 estados confirmaram manifestações para esta sexta-feira (11), Dia Nacional de Greve e em defesa dos direitos. Nas ruas de todo o país, a classe trabalhadora e movimentos sociais mais uma vez estarão juntos para que nossas conquistas não sejam enterradas por um governo golpista e ilegítimo.

Nos locais de trabalho, haverá assembleias, atraso na entrada de turnos e paralisações parciais.

A hora é de gritar não à PEC 241, que congelará por 20 anos os investimentos em serviços públicos essenciais à população, especialmente nas áreas da Saúde (Sistema Único de Saúde) e Educação (pública e gratuita).

O momento é de dizer não à reforma da Previdência e a uma reforma trabalhista que retira direitos garantidos e conquistados pela classe trabalhadora, a começar pela terceirização sem limites da PEC 30.

Também sairemos em defesa do pré-sal, patrimônio do povo brasileiro e a maior riqueza natural do País que querem entregar às multinacionais estrangeiras, sucateando a Petrobrás, um dos principais motores do desenvolvimento brasileiro.

A agenda inclui ainda a defesa do movimento dos estudantes secundaristas contra a reforma do ensino médio proposta pelo governo federal, a retomada do papel do Estado como indutor do desenvolvimento com distribuição de renda e a defesa de um Judiciário imparcial, sem viés partidário.

Confira onde acontecerão atos e participe você também da mobilização.

Alagoas

8h – Praça Sinimbu

AMAPÁ
11h – Centro do comércio

AMAZONAS
16h – Largo de São Sebastião

BAHIA
Na Bahia ocorrerão ações junto com as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo toda sexta feira (11), intitulada sexta da resistência no Rio Vermelho.

Às 7h acontecerá manifestação do serviço público em frente ao Shopping Bahia e às 15h tem passeata do Campo Grande ao Campo de Pólvora.

Os rodoviários também farão paralisação por 12 horas.

BRASÍLIA
No Distrito Federal, trabalhadores da educação, rodoviários, bancários, servidores do Detran, limpeza urbana, comerciários e municipais farão piquetes e atos.

Também está prevista a paralisação dos servidores públicos federais.

CEARÁ
Atos regionais e, em Fortaleza, concentração na Praça do Carmo, no  centro, a partir das 08h, em seguida sairemos em passeata.

ESPÍRITO SANTO
Haverá ato contra a PEC 55 no Espírito Santo. A concentração será em frente ao INSS Beira Mar e acontecerá uma caminhada até o Palácio Anchieta, parando em frente  a Justiça Federal e Praça Jucutuquara

GOIÁS
Período matutino: vários protestos dos Servidores estaduais e federais.

Período vespertino:, Servidores da Saúde decidem continuar a Greve

Ato unificado às 17h na Avenida Tocantins em frente ao Teatro Goiânia – Av. Anhanguera – Com intervenções culturais

MARANHÃO
16h – Ato na Pça. Deodoro

MINAS GERAIS
O ato unificado sai da Praça 7 e segue até a Assembleia Legislativa, onde haverá uma audiência pública com movimentos Sociais, petroleiros, trabalhadores da educação, saúde, metalúrgicos e bancários.

PARÁ
9h – São Brás

PARAÍBA
Haverá caminhada na parte manhã e durante toda a tarde junto com professores e estudantes da Universidade Federal que já estão ocupando as escolas.

PARANÁ
11h – Ato na Praça Rui Barbosa
18h30 – Ato na Praça 19 de Dezembro com o mote “Nenhum Direito a Menos”

PERNAMBUCO
Categorias participarão da greve: metrô, rodoviários, bancários, servidores federais, estaduais e municipais, setor da indústria parando o polo de SUAPE, petroleiros, entre outros.

Os movimentos sociais estarão juntos nesta batalha, contribuindo com o fechamento dos postos de trabalho e com o fechamento das vias. O MST, JPT, LEVANTE POPULAR, CONSULTA, MARCHA DAS MULHERES, MTST e demais movimentos, estarão junto com a CUT e outras centrais neste importante dia de luta e resistência.

PIAUÍ
8h – Praça Rio Branco

RIO DE JANEIRO
17h – caminhada da Candelária até a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

RIO GRANDE DO NORTE
Municipais organizados pela FETAM estão mobilizando em todo o Estado do RN para fazer uma grande paralisação no dia, 11. Os municipais de Mossoró, organizados pelo Sindserpum (Municipais de Mossoró) já estão em greve desde o dia 18 de outubro e irão fortalecer o dia 11. Quem também entra na mobilização são os municipais de Natal, ligados ao SINSENAT, que entrarão em greve no Dia Nacional de Greve.

SINDGUARDAS e SINTE participarão da mobilização e entrarão em greve nesta data. SINTRO e ferroviários já decidiram por parar neste dia, enquanto o SINTTEL fará mobilizações nas portas dos call centers dia 11.

RIO GRANDE DO SUL
O dia começa com paralisação dos transportes nas primeiras horas.

18h – Ato na Esquina Democrática, em Porto Alegre.

Pelo interior do estado, haverá ato em Bento Gonçalves (a partir das 8 horas, em frente a Via Del Vino – Rua Tietê, 278 – Imigrante, Bento Gonçalves, RS), Cruz Alta (10h30 – ato conjunto na Praça da Matriz, centro de Cruz Alta, posterior caminhada), Ijuí (17 horas – ato na Praça da República, centro de Ijuí e durante a semana Vigília na Praça, Novo Hamburgo (após mobilização na porta de fábricas (9 horas), metalúrgicos se encontram com professores municipais de Novo Hamburgo na Praça Central de Novo Hamburgo e realizam ato), Passo Fundo (8:30 – concentração na Praça Tochetto (Avenida Brasil), posterior caminhada até o INSS, Fórum e Catedral e encerramento na Praça em frente a Catedral), Pelotas (madrugada – garagens de ônibus; 12 h – ato dos servidores da saúde – 17h horas – caminhada com estudantes), Santa Cruz do Sul (10h – aula pública na Praça Central, após caminhada – 19 horas– ato na UNISC) e Santa Rosa (10 horas – ato público no Parcão de Santa Rosa).

RONDÔNIA
9h – Praça Estrada de Ferro Madeira Mamoré

Roraima
9hs às 22hs – Concentração no Malacão – RFRJ

SANTA CATARINA
As principais mobilizações serão comandadas por trabalhadores municipais e da agricultura familiar. Haverá atos em Florianópolis, Chapecó, São Miguel do Oeste, Dionísio Cerqueira, Pinhalzinho, Palmitos, Xanxerê, Seara, Concórdia, Abelardo Luz, Joaçaba, Criciúma, Blumenau, Rio do Sul, Jaraguá do Sul e Lages.

SERGIPE
16h – embaixo do viaduto do DIA

SÃO PAULO
Pela manhã, Levante e movimentos sociais farão um trancaço na Rodovia Anchieta.

Às 16hs haverá ato na Praça da Sé, em São Paulo, por nenhum direito a menos. Devem parar os municipais da educação e os trabalhadores do ramo do transporte de Ribeirão Preto.

Atos previstos nas subsedes

Mogi das Cruzes
Paralisação das Empresas de Papeis e Celuloses

Vale do Ribeira
Realizará em parceria com a Frente Brasil Popular do Vale do Ribeira um ato público e uma atividade de reflexão coletiva no dia 11

Ribeirão Preto
Ato no HC Campus – 10h

Paralisação na Usina de Estreito – ELETRONORTE- Araraquara e Subestação avançada São Carlos grupo CPFL.

Franca
Os servidores municipais de Franca e São Joaquim da Barra, juntamente com a Atraf (Associação dos Trabalhadores de Franca) realizaram panfletagem nas categorias CUTistas e assembleias longas, no calçadão farão um ato com os movimentos sociais.

Sertãozinho
Panfletagem nas empresas metalúrgicas.

Jaboticabal
Panfletagem nas empresas principais com assembleias longas

Bauru
4h – Concentração para paralisação do transporte coletivo.
Durante todo o dia – Panfletagem com os trabalhadores
17h – Concentração para o ato na Câmara Municipal de Bauru
18h Passeata na Avenida Rodrigues Alves

São Carlos
Grande ato no centro da cidade, a partir das 9h

São Jose do Rio Preto
Os sindicatos filiados da CUT e militantes da Subsede de São Jose do Rio Preto em conjunto com movimentos sociais e estudantis, bem como outras centrais sindicais, no dia 11, se concentrarão defronte à Câmara Municipal de São Jose do Rio Preto/SP, a partir das 17 horas, com falas de lideranças sobre a conjuntura e os ataques aos direitos dos trabalhados “Nenhum Direito a Menos” e, após, caminhada até a ACIRP Associação Comercial e Industrial de Rio Preto

Osasco
06h30 – Panfletagem na Estação de Osasco

07h00 – Ato com estudantes da Escola Touffic em Carapicuíba (Proposta de paralisar o trevo de acesso ao município de Barueri – local de encontro Praça da Bandeira em Carapicuíba)

09h00 – Caminhada pelo calçadão de Osasco

16h00 – Ato na Estação de trem de Osasco e ponto de encontro para partirmos para o Ato na Praça da Sé.

Movimento da UMM (União dos Movimentos de Moradia) sairão com um ônibus de 40 lugares para o ato em SP

Sorocaba
* Paralisações :  Transporte  público  e Fretamento / 0 ás 12  horas  do dia 11/11
* Setor industrial ( Sind. Metal Sorocaba ) paralisações  Parciais
* Após 12 horas , manifestação no Centro Comercial de Sorocaba

Presidente Prudente
16h – Oficina para elaborar faixas e cartazes para o ATO.
17h – Ato na Praça 9 de Julho

Jundiaí
Panfletagem durante o dia

ABC
O ABC vai realizar as seguintes ações no dia nacional de greve, 11 de novembro:

Nas primeiras horas do dia, paralisações em fábricas do ramo químico (SindQuim) e ações em escolas e faculdades (Sinpro);
7h – manifestação de movimentos populares e da juventude no Pavilhão Vera Cruz – Av. Lucas Nogueira Garcez – São Bernardo;
9h – Concentração no SINDEMA – Rua Antônio Piranga – e aula pública em Diadema
10h – panfletagem em Santo André, na R. Senador Flaquer, seguida de aula pública no calçadão da Oliveira Lima, Santo André (Sind. Bancários do ABC);

APEOESP
Dia estadual de luta contra a Reforma do Ensino Médio

10h Reunião do CER (Conselho Estadual de Representantes)
Local: Hotel Braston, Av. Martins Fontes, 330 (próximo Metro Anhangabaú)
Assembleia da APEOESP  na Praça da República e caminhada para a Praça da Sé. Concentração de outros setores do movimento sindical e dos movimentos sociais na Praça da Sé

14h Assembleia Estadual dos Professores (com paralisação)
Local: Praça da República

Bancários de São Paulo
Paralisações pontuais com reunião para os trabalhadores(as)

Sindsep
Palco na Praça do Patriarca, a partir das 13h, com aula pública. Depois sairão em caminhada ate a Praça da Sé

Enfermeiros
Tenda no quarteirão da Saúde, panfletagem com som, saída em seguida para a Praça da Sé

Sindsaúde-SP
Ato na porta do Hospital Ipiranga, depois irão para o ato na Praça da Sé

Químicos SP
Panfletagem nas principais empresas do Ramo Químico

TOCANTINS
16 horas – Ato contra a PEC 55 – Em frente ao Colégio São Francisco do JK

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *